Últimas Notícias

HJV promove Programa de Desenvolvimento de Lideranças

Atividades, que começaram no fim de 2019, foram retomadas

HJV traz números de julho no Boletim COVID-19

Acompanhe a evolução dos casos suspeitos e confirmados no hospital

Agosto Dourado: HJV reforça boas práticas para aleitamento materno bem-sucedido

Orientação profissional é importante para as mães

Ações do Serviço de Nutrição levam bem-estar a pacientes e profissionais

Mensagens acompanham refeições e lanches

Boletim COVID-19 do mês de junho

HJV apresenta dados de atendimento e internação

HJV promove Programa de Desenvolvimento de Lideranças

Lideranças reunidas no primeiro encontro de 2020

Com o objetivo de provocar a autorreflexão, estimular a inteligência emocional e a prática da boa liderança, o Hospital Jorge Valente (HJV) retomou as atividades do seu Programa de Desenvolvimento de Lideranças, iniciado no final de 2019, que conta com a participação de cerca de 40 lideranças da instituição, distribuídas em quatro turmas.

A retomada do programa ocorreu nos dias 19 e 21 de agosto, tendo como facilitadora a psicóloga e psicanalista Walkyria Camarotti. “As lideranças estão presentes em todos os níveis da organização e são as principais responsáveis pelo desenvolvimento, pelos resultados e pela promoção de uma  ambiência organizacional saudável. Desse modo, necessitam, para além da competência técnica alimentada pelo conhecimento e pela habilidade em fazer, se desenvolver também na perspectiva pessoal”, explica Walkyria.

Os encontros do Programa de Desenvolvimento de Lideranças ocorrerão quinzenalmente, no auditório do HJV, localizado na Unidade de Pediatria. Duas turmas participam sempre às quartas-feiras, enquanto as demais realizam o curso às sextas. O treinamento foca em aspectos como a experiência pessoal e o autodesenvolvimento, para um processo de aprendizado contínuo sobre o ato de liderar.

A coordenadora do NGP, Priscila Nunes (em pé), fala aos participantes

Consultora em Desenvolvimento Humano nas Organizações, Walkyria Camarotti ressalta que o programa parte da ideia de que se tornar um líder é um processo de aprendizado e de constante mudança, movido majoritariamente pela experiência pessoal. “Liderar é usar a si mesmo como instrumento para fazer as coisas acontecerem, logo é uma questão de autodesenvolvimento”, reforça a psicóloga.

O primeiro encontro do Programa de Desenvolvimento de Lideranças, após o retorno das suas atividades, criou um ambiente propício para a reflexão e avaliação de condutas praticadas durante este período de pandemia de COVID-19. Analisar os acontecimentos tanto da perspectiva pessoal quanto profissional foram exercícios estimulados nos primeiros dias do curso.

O engajamento das lideranças e a participação ativa e colaborativa dos profissionais foram enfatizados pela coordenadora do Núcleo de Gestão de Pessoas, Priscila Nunes. Ela explica que, neste primeiro momento, os participantes foram motivados a falar sobre o crescimento pessoal e profissional experimentado nos últimos meses, de pandemia, e sobre a atuação enquanto gestores diante das necessidades das equipes. “As lideranças apresentaram uma perspectiva positiva dos enfrentamentos e uma visão sistêmica do impacto gerado pela pandemia”, destaca Priscila.

O programa mantém ativa a sua agenda até novembro de 2020, quando terão sido realizados mais sete encontros para cada uma das turmas.