Projeto de Acolhimento

O Hospital Jorge Valente trabalha com a Classificação de Risco na fase de acolhimento do paciente no setor de Emergência. Trata-se de uma modalidade de classificação na qual o atendimento médico é, preferencialmente, dispensado aos pacientes com maior risco de comprometimento de seu estado de saúde.

A Classificação de Risco foi criada em 1994, na Inglaterra,  pelo Grupo de Avaliação de Risco de Manchester e, posteriormente, adotada pelo Ministério da Saúde. Trata-se de um processo dinâmico de identificação dos pacientes que necessitam de atendimento imediato, de acordo com o potencial de risco, agravos à saúde e grau de sofrimento. Para isso, a unidade dispõe de uma equipe formada por médicos e enfermeiros, que classifica os pacientes, dividindo-os por cores.

Paciente Vermelho – Classificação para o paciente em estado de emergência com risco iminente de morte. Este paciente tem passagem direta para atendimento e é assistido na área de reanimação e estabilização.

Paciente Amarelo – Classificação para o paciente que apresenta sofrimento intenso. Na maioria dos casos, é portador de doença aguda grave, que necessita de rápido atendimento, ou pacientes crônicos que se apresentam em estado agudo.

Paciente Verde – Trata-se de uma classificação para aquele paciente que apresenta quadro de doença com menor gravidade, mas que precisa de atendimento médico, além de investigação clínica das suas necessidades, podendo ser assistido em um espaço maior de tempo. Nesta classificação, estão os pacientes que apresentam dor, febre, sintomas gerais e inespecíficos.

Paciente Azul – Paciente que não tem perfil de atendimento hospitalar, apresentando sintomas e sinais de doenças leves, como resfriado comum, coriza e outros. Mesmo nestes casos, o paciente é atendido, mas terá uma espera mais longa em virtude dos casos de maior gravidade existentes no HJV.